Más posturas no trabalho aumentam risco de lombalgia

0
100

A Sociedade Portuguesa de Patologia da Coluna Vertebral (SPPCV) está a promover um vídeo de consciencialização para as más posturas no trabalho, no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Coluna Vertebral que se assinala a 16 de outubro.

Segundo Miguel Casimiro, neurocirurgião e presidente da SPPCV, “este vídeo surgiu com o foco de alertar a população para os fatores que podem contribuir para aumentar o risco de desenvolver lombalgia, ou dor nas costas, tais como as más posturas no trabalho.”

E acrescenta: “com este vídeo pretendemos também, além de alertar, ensinar as pessoas a adotar medidas preventivas ou que possam minimizar os riscos de vir a sofrer de dores nas costas. No local de trabalho recomendamos, por exemplo, que opte por utilizar auscultadores ou auriculares, se tiver de falar ao telefone com frequência; ou quando está sentado deve manter a coluna encostada às costas da cadeira e os pés assentes no chão”.

“Além das más posturas, também existem outros fatores de risco associados a uma maior probabilidade de desenvolver a dor, como o sedentarismo, a obesidade, o tabagismo, o esforço físico excessivo (sobretudo na carga de objetos pesados) e o stress. A depressão e doenças associadas ao processo de envelhecimento, como a osteoporose, também acarretam maior risco de lombalgia”, conclui Miguel Casimiro.

 A lombalgia, ou dor nas costas, carateriza-se por uma dor, tensão ou desconforto na região lombar, com ou sem irradiação para os membros inferiores.

O Dia Mundial da Coluna assinala-se todos os anos a 16 de outubro, com a missão de consciencializar a população para a importância da saúde da coluna vertebral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here